Home > Matérias > Nutrição canina e os benefícios de uma dieta equilibrada para a saúde do cão

Nutrição canina e os benefícios de uma dieta equilibrada para a saúde do cão

Thalles Ribeiro Gomes

Zootecnista/Doutor em Zootecnia

 

Nutrição canina e os benefícios de uma dieta equilibrada para a saúde do cão

 

nutrição animal é definida pelo conjunto de processos que vão desde a ingestão de alimentos até a assimilação dos nutrientes contidos nos alimentos, usando-os para seu crescimento, manutenção ou reparação dos tecidos corporais.

Os cães necessitam de uma nutrição completa e equilibrada, com oferta de nutrientes em quantidades adequadas para cada fase da vida (crescimento, adulta e idosa) e de acordo com o porte desses animais, pois uma ingestão inadequada de nutrientes como proteínas, vitaminas, minerais e lipídeos, resulta em um déficit no aporte de nutrientes junto às células, ocasionando assim um aumento da predisposição a problemas como obesidade, crescimento retardado, distúrbios esqueléticos, desenvolvimento inadequado de ossos, músculos, pelos e uma diminuição das funções imunológicas, deixando o organismo mais susceptível a infecções.

Os cães dependem exclusivamente de seus donos para obterem uma dieta diária balanceada, desta forma, oferecer um alimento de qualidade para esses animais é de fundamental importância para otimizar o sistema imunológico desses animais, restabelecendo as funções celulares e mantendo um equilíbrio da microflora intestinal, que age como uma barreira contra patógenos.

Atualmente existe uma grande variedade de alimentos e rações para cães que são comercializados no mercado, o que torna uma tarefa difícil em se definir qual a ração ou alimento ideal para o seu cachorro. Raça, tamanho, peso, idade, ambiente e necessidades especiais, devem ser levados em consideração antes de escolher o alimento correto para o animal, bem como considerar o seu estilo de vida desses cães. Animais de trabalho (cães de caça, cães de pastoreio, agillity) requerem diferentes proporções de proteínas e lipídeos em suas dietas, diferentemente de “cães de colo” ou animais domésticos sedentários. Os nutrientes que o animal necessita e as quantidades mudam também com a presença de fatores especiais como a obesidade, alergias, sensibilidade alimentar e outros problemas de saúde, que podem criar a necessidade de uma ração com restrição ou redução de alguns ingredientes ou a utilização de ingredientes especiais.

Existem ainda alimentos com “propriedades funcionais” ou seja, rações com ingredientes ou aditivos que, além das funções básicas, produz efeitos metabólicos e fisiológicos benéficos a saúde do animal, com o propósito de “prevenir” o desenvolvimento de doenças e melhorar as condições de saúde desses animais. De uma maneira geral, estes componentes da dieta são usados com o objetivo de favorecer a saúde do trato digestório, a resposta imunológica, as condições de pele e pelagem, a composição corporal e prevenir os danos decorrentes do envelhecimento, além de auxiliar nas funções orgânicas em animais doentes.

São exemplos de substâncias com propriedades funcionais usadas nas formulações de alimentos para cães: ácidos graxos insaturados (ômegas 3 e 6); aminoácidos essenciais e não essenciais; probióticos e prebióticos (MOS e FOS); sais de sódio (coadjuvantes da saúde bucal canina); adsorventes de odores (Yucca schidigera e zeolítas); condroprotetores (condroitina e glicosamida) e as fibras dietéticas.

Esse conceito de nutrição animal apresenta-se em constante evolução permitindo, cada vez mais, a escolha de um produto melhor, indo muito além de apenas fornecer alimento ao animal e sim promovendo uma melhora na saúde e no bem estar desses animais, maximizando a qualidade e a expectativa de vida, bem como reduzindo riscos de doenças.

Referências Bibliográficas:

CASE, L. P.; CAREY, E. P.; HIRAKAWA, D.A. Nutrição canina e felina: manual para profissionais. Madrid: Harcourt Brece, 1998. 424p.

Dog Nutrition for a Healthy Coat: http://pets.webmd.com/dogs/guide/dog-nutrition-for-a-healthy-coat

Does Your Pet Have Allergies or Is It Something Else? http://healthypets.mercola.com/

 

Lomax, AR; Calder, PC. Prebiotics, immune function, infection and inflammation: a review of the evidence. British Journal of Nutrition; VOL 101; NUMB 5; pp. 633-658; 14 Mar 2009.

Você pode gostar desta postagem
Filmmaker e Videomaker – Existe Diferença?
Expocrato 2018
Técnicas de Julgamento
Entrevistando o Handler Jean Carnib.

Fazer um Comentário